«A forma inteligente de manter as pessoas passivas e obedientes é limitar estritamente o espectro da opinião aceitável, estimulando concomitante e muito intensamente o debate dentro daquele espectro... Isto dá às pessoas a sensação de que o livre pensamento está pujante, e ao mesmo tempo os pressupostos do sistema são reforçados através desses limites impostos à amplitude do debate».Noam Chomsky

"The smart way to keep people passive and obedient is to strictly limit the spectrum of acceptable opinion, but allow very lively debate within that spectrum - even encourage the more critical and dissident views. That gives people the sense that there's free thinking going on, while all the time the presuppositions of the system are being reinforced by the limits put on the range of the debate." – Noam Chomsky

It will reopen now and then.



24 de novembro de 2006

o combo-hito

(continuação)

Por isso tudo, o pai do comboio pequenino andava muito triste e magrinho... e o Combo-Hito, a partir de um certo dia, também começou a sentir-se muito, muito, muito triste... pensando nos comboios que viviam pobrezinhos como os seus pais.
Nesse dia, o Combo-Hito perguntou ao pai, assim:
-Ó pai, porque andas tu tão triste?
E o pai contou-lhe coisas muito estranhas, que ele ainda não podia entender bem.
Por isso pediu-lhe, com muita meiguice, de lágrimas nos olhos:
-Ó pai, deixa-me aprender a ler, como os filhos do rei!
E o comboio grande (entre dois apitos baixinhos) disse ao filho que o rei mau não deixava ninguém aprender a ler, porque queria que todos os habitantes da Metropolitânia trabalhassem para ele desde pequeninos, sem parar.
Durante várias noites o Combo-Hito pensou, pensou, pensou... até que teve uma ideia: Foi falar com os outros comboios todos, às escondidas dos pais e dos polícias do rei e disse-lhes que não deviam deixar trabalhar mais os seus filhos pequenos, antes de aprenderem a ler.

(continua)

4 comentários:

pianola / Sonia R. disse...

Pode-se tentar perceber que a 25 de Abril de 1974, a tropa tenha vindo para a rua. Bom dia.

Anónimo disse...

Como será que o rei vai reagir perante esta insoburdinação conjunta???

pintoribeiro disse...

Gostei. Abraço,

Tia Cremilde disse...

Fui muito feliz em marrazes... leiria é boa terra... e a marinha também! Tenho lá grandes amigos e sobrinhos!!

Obrigada pela visitinha! Sinta-se à vontade de aparecer quando quiser... já faz parte da família!